Arroz de Polvo à Moda Minhota

   

Olá, pessoal!

Tudo bem?

A receita de hoje é mais uma contribuição de meu amigo e irmão Ozanam Moreira - que sempre aparece com pratos muito diferenciados!

Hoje, ele nos presenteia com uma receita interessantíssima e muito peculiar de arroz de polvo, à moda da Província do Minho - por isso a denominação "Minhota".

A Província do Minho fica localizada no litoral norte de Portugal, e é considerada uma região tradicional (em relação aos costumes, em geral, e também à gastronomia, em particular).

Vamos lá!

Ingredientes:

1 polvo de aproximadamente 1,2kg

3 cebola

3 dentes de alho

2 folhas de louro

400g de arroz

1 lata de tomate pelado

100ml de azeite

50ml de vinho tinto seco

400ml de água

150g de linguiça calabresa em tocos

1 xícara de azeitonas pretas fatiadas

Modo de Fazer:

Coloque o polvo, um cebola cortada em pétalas e 2 folhas de louro numa panela (não precisa adicionar água, por o próprio polvo solta a sua), tampe e coloque em fogo médio por 50 minutos.

Em outra panela, adicione o azeite e coloque a cebola para refogar, até começar a dourar. Adicione o alho (sem deixar torrar) e, depois, os tomates pelados cortados. Deixe refogar por 3 minutos e adicione o arroz, deixando refogar nesse molho por 10 minutos.

Confira o ponto de cozimento do polvo, usando um garfo (é só penetrar com os dentes do garfo; se a carne do polvo não oferecer resistência, está no ponto). Retire o polvo, corte em pequenos pedaços e reserve o líquido.

Junte o refogado do arroz no caldo do polvo, adicionando o vinho. Deixe cozinhar o arroz em panela aberta por 12 minutos. Se diminuir o caldo, adicione a água.

Quando o arroz estiver cozido al dente, adicione os pedaços de polvo, a linguiça calabresa e as azeitonas. Misture tudo, tampe a panela, apague o fogo e deixe descansar por uns 3 minutos.

Está pronto!

O Ozanam fez, ainda, uma observação sobre a textura do prato: "esse arroz de polvo e denominado de malandrinho se deve a uma quantidade maior de caldo para o arroz ficar 'fugidio', 'escorregadio' ou seja, bem malandrinho (rsrsrs)".

É isso aí, pessoal!

Deixamos registrado um super agradecimento ao Ozanam, por ter dividido a receita conosco, bem explicadinha, e um convite a todos que aparecem por aqui, para que também enviem suas próprias contribuições - assim o espaço fica mais democrático, heterogêneo e interessante!

Curtam nossa fanpage para ficar sempre a par das novidades que trazemos para cá, e de outras notícias e promoções que compartilhamos apenas por lá.

Um abração e "inté",

Thiago "Virgulino"