Bacalhau à Moda da Dagmar

   

Olá, pessoal!

Tudo bem?

Esse post é muito especial, por vários motivos.

Um deles é que essa receita estava cuidadosamente separada para vir para cá nesta data, em comemoração ao meu aniversário, que é hoje!

Outro é que ele marca o início de um pequeno recesso, por conta dos feriados da Semana Santa - que nos proporcionarão matar um pouco as saudades da família, e nós aproveitaremos o tempo para isso!

Assim, voltaremos na próxima semana, com todo o vigor!

A receita de hoje foi desenvolvida ao longo dos anos por uma pessoa que tem uma mão e tanto para cozinhar: minha mãe, a Dagmar!

Esse prato é particularmente significativo, para mim, porque ele me lembra as vezes que conseguimos reunir nossa família para colocar o papo em dia e para curtir a companhia um do outro!

Até por isso, essa receita traduz muito o espírito que nós sempre pretendemos imprimir ao blog: cozinha também é lugar de se matar as saudades!

Vamos, então, à receita, nas palavras da própria mestre cuca!

Ingredientes:

700 g de Bacalhau do Porto previamente dessalgado e escorrido em peneirinha para tirar o excesso de água,

½ kg de batata bolinha,

½ kg de cebolas de tamanho pequeno (para serem utilizadas inteiras),

½ pimentão vermelho cortado em cubinhos,

12 dentes de alho com casca (lavados),

Azeitonas pretas a gosto,

Salsa e cebolinha picadas a gosto,

Manjericão fresco a gosto,

Pimenta do reino moída na hora,

Pimenta biquinho (opcional, eu utilizo porque tenho no quintal),

1 maço de couve (lavada e tirados os talos centrais das folhas),

300 ml (aproximadamente) de azeite de oliva extra virgem.

Modo de Fazer:

Forre o fundo de uma panela, cuja tampa encaixe bem para ficar bem vedada, com folhas de couve.

Espalhe postas de bacalhau, deixando espaços entre elas. Acomode nesses espaços batatas, cebolas, azeitonas, pimentão, alho, pimenta biquinho. Em seguida, faça "trouxinhas" com pedaços de couve e vá encaixando nos espaços.

Salpique com pimenta do reino moída na hora, salsa e cebolinha picadas e folhas de manjericão grosseiramente picadas.

Regue com uma generosa porção de azeite e repita a operação.

Até terminar com todos os ingredientes.

Como utilizei uma panela grande, fiz duas camadas. Leve ao fogo baixo até que as batatas estejam cozidas. Durante o cozimento abrir para experimentar o sal e só então, se for necessário, acrescentá-lo à receita.

Obs.: Nessa receita utilizei batatas maiores, cortadas em quatro pedaços, o mesmo ocorrendo com a cebola, cortada em oito pedaços. O ideal é utilizar uma panela que possa ir à mesa, sem que se "desmanche" o prato, pois sua apresentação fica muito bonita. Sirva com arroz branco e uma salada que inclua folhas verdes (alface, rúcula ou agrião) servindo de "cama" para legumes cozidos, Kani, palmito ou o que a imaginação permitir. Se as pessoas forem adeptas da batata inglesa, pode-se aumentar essa quantidade, pois ficam saborosíssimas. Durante o cozimento abrir o mínimo possível a panela. Acompanhamento: um bom vinho."

É isso aí, pessoal!

Essa receita já foi testada inúmeras vezes, e é muitíssimo recomendada!

Arrisco a dizer que a satisfação é garantida!

Como sempre, estão todos convidados a comentar, sugerir, e a enviar contribuições, em geral!

Um abração e "inté",

Thiago "Virgulino"