Cacetada no beisebol

   

Uma pequena crise de identidade parece rondar o esporte japonês. Depois das meninas da seleção nacional do judô terem feito um abaixo-assinado acusando seus treinadores de assédio moral, fazendo-as treinarem machucadas e ameaçando-as de não serem convocadas para jogos importantes caso não aceitassem as condições dos treinos, agora a crise está no beisebol.

A liga "moderna" de beisebol profissional começou em 1950, com as ligas do Pacifico e

Central compostas por doze equipes que disputam aproximadamente 140 jogos no decorrer do ano.

Os americanos trouxeram o esporte que logo se expandiu rapidamente, tendo grande aceitação por partes dos jovens e posteriormente por parte do governo. A maior prova da força do império americano sobre o beisebol japonês são os nomes da equipes: Hanshin Tigers, Yakult Swallows, Yomiuri Giants, Orix Buffaloes, Rakuten Golden Eagles, Seibu Lions, entre outras.

O esporte é o mais popular da ilha e atrai milhares de torcedores que fazem uma festa à parte nas arquibancadas com as suas cornetas, papéis picados, sanduíches e Coca Colas.

A sujeira dessa vez foi uma tentativa de ajudar os jogadores a rebaterem mais longe as bolas lançadas. A Nippon Professional Baseball solicitou ao fabricante que alterassem as bolas para facilitar as rebatidas. O público e os jogadores, que não sabiam de nada, sentiram uma melhora substancial nos jogos, todos achando que o ocorrido era fruto de muito treino e suor.

De repente, alguém colocou a boca no trombone e tudo veio à tona. Os responsáveis foram chamados para esclarecimentos em meio às câmeras de TV e jornalistas "especializados". As explicações dos cartolas foram tão patéticas que não convenceu ninguém. A imagem do esporte ficou manchada mundialmente porque os japoneses estão sempre bem ranqueados, e recentemente, foram até campeões mundiais da modalidade.

Interessante nisso tudo é que não apareceu nenhum ex-jogador famoso para comentar o caso, mostrando também um corporativismo maléfico que ajuda a denegrir ainda mais a imagem desgastada do beisebol japonês.

Alguns lances bacanas