Kirin Challenge Cup

   

Como esse título é que a seleção japonesa de futebol disputou um jogo amistoso contra a Guatemala e venceu por 3 x 0. Os gols foram marcados por Honda, Kudo e Endo. O time japonês, primeira equipe do mundo a se classificar para a Copa no Brasil, passou fácil pelo adversário.

O jogo foi feio como de costume e os gols saíram espremidos sem a beleza plástica que caracterizam alguns gols das equipes dos centros mais avançados. Endo, volante do Gamba Osaka, time da segunda divisão, marcou o seu gol de falta contando com a sorte. A bola bateu na barreira e enganou o goleiro e teve uma comemoração sem graça por parte dos jogadores.

O time está realizando vários amistosos como preparativo para a Copa 2014 e isso é bom. Ruim é a qualidade dos adversários escolhidos que dão ao time japonês a falsa impressão de que estão no caminho certo.

Na Copa das Confederações realizada no Brasil, com adversários mais qualificados foram três jogos e três derrotas. Perdeu para o Brasil, Itália e México.

Zaccheroni, treinador italiano da equipe nipônica aprovou a vitória, mas disse em alto e bom som que esperava mais gols devido à fragilidade da Guatemala. Ele está certíssimo, mas não terá sua vontade realizada por falta de qualidade e de jogadores com faro de gols.

Outro detalhe que notei foi que na delegação que foi à Buenos Aires participar da solenidade do COI para escolha da sede para as olimpíadas de 2020, onde a cidade de Tóquio foi a escolhida, não havia nenhum jogador ou ex-jogador de futebol na comitiva. E olha que as meninas são as atuais campeãs mundiais e vice-campeãs olímpicas. Acho que o futebol está em baixa nesse país.

A Kirin, para quem não sabe, é uma das maiores fábricas de cerveja do Japão e uma das patrocinadoras da seleção japonesa.

Japão 3 x 0 Guatemala