Tudo Passa

   

Coronavírus continua avançando e matando, e o mundo é só pessimismo. Como disse Chico Xavier... "tudo passa”. Acredito muito nessas palavras e vou seguindo com esperança de dias melhores.

Dentro de tantas coisas ruins acontecendo, darei uma nota de otimismo sobre alguns dados que recebi quando fui renovar minha carteira de motorista.

Lógico que tudo isso é completamente diferente do que ocorre numa pandemia, mas são dados que nos permitem sonhar com coisas boas para o futuro.

As carteiras de habilitação são renovadas a cada 3 anos se você tiver uma ou mais infrações, assistirá uma aula educacional por duas horas, e necessariamente precisará comparecer ao Departamento de Trânsito Central. Se não tiver nenhuma infração a renovação será a cada 5 anos, poderá ser feita na delegacia da sua cidade, e não haverá aula educacional, fazendo você economizar duas horas do seu precioso dia.

O que ouvi no Departamento de Trânsito me deixou impressionado.

Kyoto, estado onde moro, tem pouco mais de dois milhões e meio de habitantes e vive cheio de turistas o ano inteiro. São pessoas circulando noite e dia com a cabeça fresca, típicas de quem está de férias, além de abrigar algumas grandes empresas como a Kyocera, Ishida, Nintendo, Shimazu, Wacoal, entre outras.

Como todo esse movimento, houve no ano passado "apenas” 52 mortes por acidente de trânsito. Do total, 18 pessoas acima dos 70 anos, idade que muitas vezes dificulta a ação de uma solução mental rápida ou de reflexos apurados.

A segunda faixa etária com mais mortes foram as pessoas entre 20 e 30 anos, o que não deve ser surpresa em nenhum país do mundo. Interessante também é que do total, 23 pessoas foram atropeladas ou estavam de bicicleta, o que mostra que 29 pessoas faleceram diretamente nos choques entre os veículos.

O número de acidentes diminui ano após ano desde 2015, o que é uma grande vitória da tecnologia, das punições e do aumento da consicência da população.

Se essa mesma consciência se fizer presente nesse momento da pandemia, tenho certeza de que menos mortes ocorrerão, e mais rápido poderemos sair desse caos que vivemos atualmente. Afinal, tudo passa.

Simulação de um acidente