EFEITO COLATERAL

   

No início da primeira década do século XXI o diretor Andrew Davis já havia trabalhado com grandes nomes do cinema de ação. Mas faltava um nome de peso: Arnold Schwarzenegger. E isso aconteceria em outubro de 2001, porém, por conta dos atentados terroristas de 11 de setembro daquele ano o lançamento de Efeito Colateral foi adiado para fevereiro do ano seguinte. Com roteiro escrito pelos irmãos David e Peter Griffiths somos apresentados ao bombeiro Gordon Brewer (Schwarzenegger), que perde sua esposa e filho em um atentado sob o comando de Claudio "O Lobo” Perrini (Cliff Curtis). Inconformado com o andar lento das investigações oficiais, ele decide agir por conta própria. Se fosse um outro ator em cena talvez ficasse difícil de acreditar, mas esse não é o caso de Schwarzenegger. Por conta do conteúdo sensível de algumas situações, certas cenas foram retiradas da montagem final. Em especial, uma que mostrava o sequestro de um avião. Andrew Davis é um bom diretor de ação e isso fica mais uma vez claro aqui.

EFEITO COLATERAL (Collateral Damage - EUA 2002). Direção: Andrew Davis. Elenco: Arnold Schwarzenegger, Selena Neri, Elias Koteas, Cliff Curtis, John Leguizamo, John Turturro, Tyler Posey, Raymond Cruz, Miguel Sandoval e Lindsay Frost. Duração: 108 minutos. Distribuição: Warner.