O DOM DA PREMONIÇÃO

   

O cineasta americano Sam Raimi já trabalhava profissionalmente há quase 20 anos quando dirigiu O Dom da Premonição, no ano 2000. Este foi sua última produção modesta antes de entrar para o primeiro time de Hollywood ao dirigir a trilogia original do Homem-Aranha, com Tobey Maguire, ao longo dos sete anos seguintes. A história, escrita pelo ator Billy Bob Thornton, se inspira na vida de sua própria mãe, famosa por ter habilidades especiais. Ele dividiu o roteiro com Tom Epperson. Tudo gira em torno de Annie Wilson (Cate Blanchett), viúva e mãe de três filhos. Para se sustentar, ela utiliza seus poderes fazendo leituras psíquicas dos moradores locais que a procuram. Isso, obviamente, gera certa desconfiança de parte da comunidade local e as coisas pioram quando enxerga o pior de certas pessoas, o que culmina em um assassinato e no pedido de ajuda da polícia para solucionar o caso. Raimi é um diretor habilidoso e conta aqui com um ótimo elenco e um roteiro que mantém nosso interesse até o fim. Com essa combinação, é muito difícil errar.

O DOM DA PREMONIÇÃO (The Gift - EUA 2000). Direção: Sam Raimi. Elenco: Cate Blanchett, Keanu Reeves, Katie Holmes, Giovanni Ribisi, Greg Kinnear, Hilary Swank, Michael Jeter, Kim Dickens, Gary Cole, Rosemary Harris e J.K. Simmons. Duração: 112 minutos. Distribuição: Europa Filmes.