VINGANÇA

   

Jim Harrison publicou seu romance Vingança em 1979. Hollywood demonstrou interesse em uma adaptação cinematográfica e vários diretores foram sondados. Entre eles John Huston, que abandonou o projeto por não concordar com Kevin Costner à frente do elenco. Quando a produção teve início, Costner estava em alta por conta do sucesso de Os Intocáveis e Sorte no Amor e chegou até a cogitar dirigi-lo. No entanto, foi convencido pelo produtor a desistir dessa ideia e Tony Scott foi então contratado para assumir a direção. Vingança teve o roteiro adaptado pelo próprio autor do livro, junto com Jeff Fiskin e gira em torno de um triângulo amoroso estabelecido entre Michael Cochran (Costner), Tibby Mendez (Anthony Quinn) e Mireya (Madeleine Stowe). Michael se aposenta da Marinha e vai ao México visitar o amigo Tibby e termina se apaixonando por Mireya, que é esposa do amigo. O problema é que o marido dela é perigoso e poderoso na região, além de violento, ciumento e vingativo. Pelo título do filme e pela situação apresentada já dá para imaginar os desdobramentos. E o diretor ainda aproveita a excelente química de Costner e Stowe para por mais lenha na fogueira.

VINGANÇA (Revenge - EUA 1990). Direção: Tony Scott. Elenco: Kevin Costner, Madeleine Stowe, Anthony Quinn, Tomas Milian, Joaquín Martínez, James Gammon, Jesse Corti, Sally Kirkland, Miguel Ferrer e John Leguizamo. Duração: 124 minutos. Distribuição: Sony.