X-MEN: O FILME

   

Não seria exagero algum dizer que os filmes de super-heróis como conhecemos hoje tiveram origem neste X-Men: O Filme, que Bryan Singer dirigiu no ano 2000. Na década anterior, a Marvel Comics quase foi à falência e vendeu os direitos cinematográficos de alguns de seus títulos para estúdios de Hollywood. A Fox comprou, entre outros, a equipe de mutantes do Professor Xavier. Com roteiro de David Hayter, escrito a partir de uma história de Tom DeSanto e do próprio diretor, por sua vez, inspirada nas muitas aventuras criadas por Stan Lee nos quadrinhos, o filme agradou público e crítica e teve um bom desempenho nas bilheterias. Na essência dos X-Men está a questão do preconceito em relação ao diferente e da necessidade de tolerância para uma convivência pacífica e harmônica entre todos. Aqui, tanto o Professor Xavier (Patrick Stewart) quanto Magneto (Ian McKellen), ambos mutantes, defendem a sobrevivência de sua espécie. Porém, utilizando métodos diferentes. Xavier criou uma escola especial onde fazem parte Jean Grey (Famke Janssen), Ciclope (James Marsden), Tempestade (Halle Berry), Wolverine (Hugh Jackman) e Vampira (Anna Paquin). Já Magneto montou uma irmandade e com ela tenta impor sua visão de mundo. X-Men: O Filme provou ser possível realizar uma obra inspirada em histórias em quadrinhos que tem, ao mesmo tempo, respeito ao material original, sem abrir mão de personalidade própria.

X-MEN: O FILME (X-Men - EUA 2000). Direção: Bryan Singer. Elenco: Hugh Jackman, Patrick Stewart, Ian McKellen, Famke Janssen, James Marsden, Halle Berry, Anna Paquin, Rebecca Romijn-Stamos e Bruce Davison. Duração: 104 minutos. Distribuição: Fox.