Filha única?!?

   

Não basta acabar de ter um filho, tentar voltar ao peso anterior para vestir aquela calça jeans justa que a gente ama (sem precisar abrir o botão 😩) e usar blusas soltas para disfarçar as temidas dobras da barriga, que lá vem a pergunta: preparada para outro?

Quantas vezes eu ouvi a pergunta!!!! Ou ainda, vai ficar só nela? Escutei muito que quem tem um, não tem nenhum. Nem preciso dizer que virava os olhos, né?

No início, tentando ser educada rsrs, respondia que estava pensando ou não sei.

Depois, abandonei de vez a "fina" e logo respondia: não! Dava um alívio!!

Olhava para as pessoas e via a cara de espanto (não sei se era pela sinceridade ou pelo fato de não ter outro filho).

Ouvia uma chuva de ihhhhh.

Ihhhhh, vai ficar mimada. Ihhhhh, vai ser egoísta. Ihhhhh vai crescer sozinha...

E a cada ihhhhh que ouvia,

formava praticamente um questionário na minha cabeça, mas apesar da sinceridade, fazia cara de paisagem (além de virar os olhos gosto muito dessa tática) e continuava como se não fosse comigo.

Ter um filho é bom demais da conta. Mas cada família tem seu ritmo, seu planejamento.

Confesso que já pensei como será o futuro. E de tanto pensar, educo para ser independente. Dei e dou autonomia, tem responsabilidades, ensino se virar sozinha e resolver os problemas, ensino que pode errar desde que assuma os erros, passo valores e princípios, temos horas de conversas sérias (inclusive sobre ser filha única) e muito, muito divertidas. Amo!

Dá trabalho? Muito. Dá certo? Não sei. Só o tempo dirá. E além disso tudo, mimo mesmooooooo! É minha e ponto final 😂

Vejo famílias com filhos que são cheios de ihhhhhs. Mimados, egoístas, birrentos... não é um "privilégio" só de filho único.

Cada família tem sua escolha, tem sua forma de educar. Não julgo. Mas "boto um reparo" nos ihhhhhhs!!!! 😬

Eu fiz minha escolha ou melhor, fui escolhida para ser mãe de uma só: de minha Manuela! Que mal tem nisso?

Especialmente para uma leitora que pediu para contar minha experiência.

Desejo que seja feliz por escolher ou ser escolhida, assim como eu.

Quer dividir sua experiência?

Lenise.diariodemae@gmail.com

Bjs