Não! E sem culpa.

   

Eita palavrinha difícil de pronunciar! Dizer não aos filhos então...

Filhos podem tudo! A gente rebola pra tentar satisfazer os desejos deles, participar dos principais momentos, aproveitar o tempo que sobra pra ficarmos juntos e um tanto de outras coisas que um filho requer.

E não é que os espertinhos acostumam com o tal rebolado?

Estão sempre certos que irão fazer aquilo que desejam e da maneira deles. E ponto final. 😬

Opa, mas espera aí. Eles podem tudo?

Não né, gente!

Dizer não ao filho pode ser libertador. Kkkk. É tão necessário quanto uma palavra de carinho ou um gesto de amor.

O não por aqui, sempre cai bem. E sem culpa. Hoje mesmo não rolou participar da festinha de logo mais.

Claro que escutei os famosos palpites. 🙄

Ahhhhh, que dó! Vai privá-la de ficar com amigos?

Ihhh, depois não vai ser chamada pra outra festa, hein.

Não tem dó?

Ouvi até que sou coração peludo. Mas tudo bem, admito. Sou um pouco mesmo. 😂

Mas continuo achando que dizer não e sem culpa, também é um gesto de amor!