Grunhido - Poema de Jean Narciso Bispo Moura

   

Grunhido

O abismo

não é um floco dissipável de neve

a tristeza grunhe

ao lado de serôdias rosas

Jean Narciso Bispo Moura