Milagre de Natal (contode Marli T. Andrucho Boldori)

   

Milagre de Natal

A pequena Maria desceu rapidamente as escadas e foi ao encontro de sua mãe que a aguardava com a sacola de roupas lavadas.

Era quase Natal e ainda não tinham nada para a ceia, para comemorar o nascimento de Jesus.

A mãe estava triste, pois não conseguia guardar dinheiro para algo além das contas.

A menina apressou o passo, porque acreditava que um milagre aconteceria, era muito fiel a Deus, assim foi entregando as roupas aos seus devidos donos. O tempo passou e nada de milagre. Maria começou a pensar que tudo não passava de mentiras bem contadas, as lágrimas corriam pelo seu rostinho, e a tristeza tomou conta de todo seu ser, no lugar da esperança veio a indiferença, pois sabia que seria mais um Natal sem a esperada ceia.

Quadro do artista Eloir Amaro Jr.

Quando estava próximo à sua casa pensou no que iria falar para a mãe, pois o milagre não acontecera.

Ao passar pela porta a mãe lhe puxou pelo braço, sem conseguir pronunciar nada, estava chorando e mostrou-lhe o que acontecera. O padre da paróquia lhes trouxe muitos alimentos dos mais variados para uma boa ceia de Natal.

E para Maria a boneca, que fazia parte de seus sonhos há muito tempo guardado no fundo do seu coração.

Marli Terezinha Andrucho Boldori

AVIPAF - Cadeira nº 11

Porto União, SC