Meia volta a seleção após quase amputar o pé

   
Reprodução/Twitter

O meio-campista Santi Cazorla está de volta a seleção espanhola. A convocação para os dois próximos jogos das eliminatórias da Eurocopa é um prêmio para o jogador que viveu um drama quase que irreal nos últimos anos e muito pouco não teve que abandonar a carreira.

De 2013 para cá, período em que estava no Arsenal, Cazorla passou por oito cirurgias no tornozelo direito e a lesão quase lhe custou a amputação do pé por causa de uma gangrena. A infecção foi tão grave que o meia perdeu oito centímetros do tendão de Aquiles.

Cazorla retornou nesta temporada ao Villarreal e voltou aos gramados após dois anos parado. O meia tem conseguido jogar em sequência pelo clube espanhol. A convocação para a seleção espanhola foi uma recompensa.

A última vez que Cazorla defendeu a Fúria foi em outubro de 2015. Pela seleção espanhola, o meia foi bicampeão da Eurocopa (2008 e 2012). Cazorla vai participar dos jogos contra Ilhas Faroé e Suécia nos dias 7 e 10 de junho, respectivamente, pelas eliminatórias da Euro.