Torcedores jogam água fervendo em bandeirinha na Argentina

   

Uma agressão covarde contra uma bandeirinha tomou conta do noticiário esportivo da Argentina no último fim de semana. Nos minutos finais da partida entre Marquesado e San Martin, válida pela Liga de San Juan, alguns torcedores do Marquesado jogaram água fervendo na auxiliar Rosana Paz, de 46 anos.

"Faltavam dois minutos para o fim do jogo e eu senti um líquido quente descendo pelas minhas costas. Chamei o árbitro principal no exato momento para contar o que tinha acontecido. Pedi para me dessem água fria, para aliviar o ardor. Eles quiseram suspender a partida, mas chegamos a um acordo para que terminasse regularmente", relatou a bandeirinha ao "Telesol Diario".

Reprodução/Twitter

Após a partida, Rosana Paz procurou atendimento médico e foram constatadas algumas queimaduras graves nas costas. Apesar disso, a auxiliar não precisou permanecer internada.

"Seja mulher ou homem. Esse tipo de situação não deve acontecer em nenhuma circunstância. Por isso, não vou abaixar minha cabeça. Vou continuar. É muito difícil ver mulheres no futebol e eu não vou dar o braço a torcer. Espero voltar logo e recuperada", acrescentou a bandeirinha.

O jogo terminou com a vitória do Marquesado por 1 a 0. A ira dos torcedores do time da casa teria acontecido em razão de um erro do outro auxiliar em um outro lance da partida. Revoltados, decidiram descontar em Rosana Paz.