Molho à Bolonhesa Especial

   

Olá, pessoal!

Tudo bem?

O molho à bolonhesa é tradicionalíssimo, e aparece apresentado em uma série de variações interessantíssimas. Na Itália, ganha o nome de ragù bolognese. No Brasil, de vez em quando se acaba chamando de bolonhesa aqueles molhos aguados com carne moída mal cozida (uma verdadeira heresia).

A história desse molho é curiosa. Ainda em 1891, foi publicado, em Imola (na região de Bolonha), um livro de culinária que tinha uma receita de "macarrão à bolonhesa". De lá para cá, sugeriu-se juntar à receita vegetais diversos (como cogumelos, por exemplo) e até mesmo fígado de frango cozido.

No final das contas, criou-se uma confusão tão grande a respeito do que caracterizaria o "legítimo" molho à bolonhesa, que a delegação bolonhesa da Academia Italiana de Gastronomia depositou na Câmara de Comércio, Indústria, Artesanato e Agricultura de Bolonha uma receita oficial do ragù bolognese. A receita pode ser conferida, em italiano, nesse link.

Como nós não somos obrigados a respeitar as autoridades italianas, continuamos fazendo o molho do jeito que a gente gosta (rsrs), e aqui está uma sugestão interessantíssima que foi enviada pela minha irmã, a Paula.

Segue a receita segundo as suas próprias explicações!

Na verdade, não que o molho seja muito especial, mas um bom bolognese passa longe de refogar a carne moída e juntar com a latinha de molho de tomate... então vamos à receita:

Ingredientes:

200g de carne moída

1 pedaço pequeno de bacon cortado em cubinhos

1 pedaço pequeno de calabresa picadinha (opcional)

1/2 cebola cortada em rodelas (se o público não curtir muito cebola, melhor ralar)

1 lata de molho de tomate

1 lata de tomate pelado ou 3 tomates (é simples pelar o tomate)

1/2 copo de vinho tinto

1 colher de alcaparras

1/2 tablete de caldo de carne

Modo de Fazer:

Inicie a receita pelando o tomate na chama do fogão. Para não se queimar, espete ele em um garfo e leve direto à chama. É fácil ver a pele se soltando (como na foto) e assim que ele esfriar, você retira toda ela com a mão e pica o tomate em pedaços relativamente grandes.

Feito isso, aqueça uma panela e frite o bacon. Se a panela for antiaderente, não precisa de óleo, mas se não for, bom colocar um fio de azeite. O próprio bacon solta gordura e é nela que você refoga a cebola. Nesta hora eu acrescentei pedacinhos bem pequenos de calabresa, mas é opcional (na verdade, você pode optar ou pelo bacon ou pela calabresa).

Acrescente a carne moída e deixe fritar bem. Coloque uma pitada de sal para a carne ficar mais saborosa e mecha bastante, apertando os pedacinhos de carne que estiverem grudados, para ficar bem soltinho.

Na sequência junte o tomate pelado/picado, o vinho e o caldo de carne esfarelado. Misture e tampe, aguardando 2 minutos antes de acrescentar o molho de tomate e as alcaparras. Volte a tampar, por 2 minutos e verifique o sal (lembre-se que o bacon tem sal, a alcaparra também e que você já usou o caldo de carne).

Se você tiver optado pelo tomate pelado em lata, pode juntar só o vinho à carne e aguardar 1 minuto e depois acrescentar o tomate pelado já com o molho de tomate, as alcaparras e o caldo de carne e deixar cozinhando tampado por 2 minutos, para ai verificar o sal.

Eu, como cozinhei para bastante gente, usei tanto tomates, quanto a lata de tomate pelado.

O tanto que você vai cozinhar a mais vai depender do quão consistente você gosta do molho. Depois é só escolher o macarrão de sua preferência (no meu caso, spaghetti) e está pronto!

É isso aí, pessoal!

Esse molho que a Paula faz fica realmente fantástico, para acompanhar uma série de receitas (e, aguardem, que a nossa próxima sugestão será de preparo de uma massa realmente diferenciada, que pode ser finalizada com esse molho de hoje)!

Como sempre, estão todos convidados a participar, inclusive enviando receitas, que a gente edita e traz para cá.

Passem, também, para curtir nossa fanpage, para ficar sempre a par das novidades que nós trazemos para cá, e de outras notícias que compartilhamos apenas lá mesmo!

Um abração e "inté",

Thiago "Virgulino"

Conteúdo relacionado: