Pergunta de leitor - Chances e Desafios

   

Encontro-me no início dos meus sessentas anos. Sempre fui dedicado intensamente ao meu trabalho e hoje percebo e admito que pouco dei atenção à minha família. Minha mulher, ou melhor, ex-mulher separou-se de mim e vive hoje com outra pessoa. Meus filhos, que pouco contato tive com eles na infância e adolescência não me procuram com frequência e sei que não se sentem tão confortável comigo. Enfim, percebo que agora que não mais trabalho, pois fui demitido por já ter atingido idade avançada e fui substituído por profissionais mais jovens, que nada tenho de verdade. Está certo que construí um bom patrimônio que me permite ter uma vida sem carências, mas fora isso não tenho nada absolutamente. Hoje me sinto solitário. Não sei o que fazer do meu tempo, não sei para que direção devo seguir. Acho que me desperdicei por todo esse tempo, sem nunca ter aproveitado as coisas que estavam ao meu alcance.

O balanço que você faz da sua vida lhe permite ver coisas que antes não lhe era possível. Provavelmente antes você usava de intensas defesas para não ter que entrar em contato com o que de fato sentia. Sua vida, pelo que entendo, tomou rumos que mais estavam ligados ao trabalho, ao acumular bens e ter o que muitos consideram sucesso. No entanto, o custo de ter se dedicado tão somente ao lado mais racional e intelectual da vida foi alto e hoje você paga o preço.

É claro que é preciso dar atenção à carreira e vida financeira. A única coisa, porém, é que isso não é tudo. Hoje você assim percebe, mas anteriormente isso não tinha como acontecer, pois seus olhos estavam fechados para tudo aquilo que te tirasse do que você considerava que era o seu caminho. Não percebeu os sinais de que sua esposa estava cansada dessa vida e nem se deu conta de que perdia momentos importantes nas vidas dos seus filhos. E o trabalho que parecia tudo lhe deu as costas, já que foi substituído. Apesar de tudo parecer escuro há luz no fim do túnel.

A luz está no fato de você tomar consciência dessas coisas e de ter até mesmo me escrito esse email contando da sua vida e da sua dor. Agora, isso tudo não deve ficar apenas por aí, mas deve ser colocado como uma nova oportunidade para se aprender a viver diferentemente. Ao que parece você é um homem que teve muitos desafios na vida, ao menos profissionais, e pode agora então enfrentar esse novos desafios pessoais. É uma chance de se reconstruir de uma nova maneira e que esta lhe seja finalmente favorável. Há vida pela frente e esta não pode ser desperdiçada.

A oportunidade que se lhe apresenta se bem usada pode lhe trazer uma riqueza que você antes nunca soube que poderia existir. Uma nova consciência pode lhe surgir e com ela novas maneiras de lidar com aspectos pessoais que antes foram negligenciados. É claro que houve perdas na sua vida e que é impossível voltar atrás e mudar a história. Entretanto, daqui em diante a história poderá ser outra. Está na hora agora, não de adquirir bens, mas de adquirir sabedoria, já que é só com esta última que a vida pode ser bem vivida e apreciada. Algumas oportunidades a gente não pode deixar passar.