Confira alguns cuidados com a gestação durante a pandemia

por Marjorie Ostrowski
   

Hoje quero falar com vocês sobre um momento muito especial na vida de uma mulher que é a maternidade. Eu mesma já passei por isso três vezes e posso afirmar com toda certeza que cada momento é único e mágico. Infelizmente, estamos em tempos de pandemia e os cuidados precisam ser redobrados para não prejudicar a mamãe e o bebê, inclusive tenho uma grande amiga que mora em Santa Catarina que está em reta final. Está faltando menos de dois meses e, apesar dela estar fazendo todo acompanhamento, ela está com um pouco de medo. Ainda não decidiu que tipo de parto vai ter e se vai ter feito no hospital.

Então, pensando nela e em outras mamães que podem estar passando pela mesma situação, resolvi conversar com uma amiga que é uma super mãe, médica ginecologista e obstetra, Daniela Nassif Arantes, para compartilhar um pouco do seu conhecimento e acalmar a todas as futuras mamães. Confira aí.

Seja através de um parto normal ou de um parto cesárea, parir em tempos de pandemia devido à Covid-19, desperta um grande medo que é ter que ir para o local sabidamente contaminado: o hospital. Como levar seu bem mais precioso para o campo minado? Como se colocar em risco e, automaticamente, também toda a família? Difícil mesmo viver esse problema nesse momento tão importante na vida de uma família. Mas fato é que esse bebê terá que nascer e não há como postergarmos essa chegada.

Imagem de BRUNA BRUNA por Pixabay

Quais os cuidados durante a gestação?

Entendo que as gestantes de forma geral devam estar em isolamento social sim, todas as gestantes apresentam uma alteração do sistema imunológico que as deixam mais suscetíveis a complicações mais graves. Além disso, ainda não sabemos os efeitos que a infecção pelo Covid-19 poderia causar no embrião ou feto, seja a curto, médio ou longo prazo.

Inclusive, já foram relatados casos de transmissão vertical, que é quando há a contaminação do feto ainda dentro da barriga da mãe pelo vírus, o que poderia causar algo mais grave, como sabemos que acontece com outros vírus conhecidos, como por exemplo, o conhecido zika vírus.

Qual sua opinião sobre Gestantes x atividade Física?

É importante ressaltar que isolamento social não quer dizer repouso, as gestantes podem e devem se manter ativas fisicamente durante a gestação, caso não haja contraindicação médica para tal, atenção somente aos cuidados gerais, buscando locais abertos para caminhadas, uso de máscara e higiene das mãos. A prática de exercícios físicos durante a gestação não só mantém a saúde física da mulher nesse período, mas ajuda a manter a saúde mental, psicológica e emocional nesses tempos de confinamento.

Qual a sua opinião sobre os partos domiciliares? São mais seguros?

Muitas pacientes perguntaram minha opinião em relação aos partos domiciliares, penso que apesar de ser uma prática mais comum fora do Brasil, aqui em nosso país ainda é um tanto controverso e não muito indicado pela grande maioria dos médicos. Muitas das minhas pacientes chegaram a cogitar de fato o parto domiciliar, uma chegou em uma consulta e me disse seriamente: "Doutora, já decidi que você vai fazer meu parto em casa!” e eu disse: Eu não faço parto domiciliar, mas se quiser posso indicar quem faça.

Eu não acho seguro um parto domiciliar portanto não o faço, mas respeito quem o faz. Depois de explicar meus argumentos sólidos pude acalmar a ansiedade dessa minha paciente muito querida e ela ficou mais tranquila em ganhar bebê dentro do hospital.

Como os profissionais envolvidos estão se cuidando?

Os funcionários estão o tempo todo de máscaras, higienizam as mãos incansavelmente e há dispensers de antissépticos por todos os locais, posso garantir que não tem sido nada fácil trabalhar em hospitais nesses tempos de Covid. Vejo muitas pessoas reclamarem de usar máscara para saírem de casa e irem ao mercado ou andar na rua, vocês têm ideia do que é ficar praticamente quase 12 horas de máscara? É terrível! A máscara além de sufocar, chega a machucar. Meus parabéns a todos esses profissionais!

Como está o acesso a maternidade?

Os hospitais têm mantido as maternidades como áreas hospitalares mais isoladas, só entram nos setores da maternidade as pacientes que irão ganhar bebê e outra pessoa que irá acompanhar. Pacientes que estejam com suspeitas de contaminação ou queixas não obstétricas estão sendo encaminhadas normalmente para outros setores, para que se diminua o risco de contaminação, não são permitidas visitas, nem mesmo dos irmãozinhos.

Em alguns hospitais permite-se a entrada de fotógrafos outros não, as fotos ficam a cargo dos profissionais envolvidos que muitas vezes se sensibilizam em registrar com seus próprios celulares esse momento único e depois encaminhar as fotos amadoras as famílias. A entrada de doulas e enfermeiras particulares, muitas vezes presenças importantíssimas num trabalho de parto, também estão sendo permitidas.

Imagem de Sylvie Tinseau por Pixabay

E qual a recomendação para mamãe receber visitas com o bebê em casa?

Em relação as visitas domiciliares pós nascimento também acredito que não seja o melhor momento para tal. As vídeo- chamadas estão aí para isso e as compras online podem fazer a entrega dos presentes se for o caso, vamos deixar para contatos físicos quando estivermos mais seguros.

As ajudas às puérperas, tão necessárias e muitas vezes imprescindíveis, geralmente feitas pelas mães, sogras, irmãs, cunhadas, amigas etc., essas eu até concordo que possam ser feitas, tomando-se os devidos cuidados e evitando a troca desnecessária de ajudantes e que essas estejam de fato em isolamento social, aumente os cuidados ao sair e ao chegar nas casas desses recém nascidos.

Taí então preciosas dicas para você ler, curtir e compartilhar esse artigo para que ele possa ajudar as futuras mamães neste momento tão difícil que estamos passando. Acalme seu coração estamos juntas.

Bjs e até a próxima.

Marjorie Ostrowski

Meu instagram