1,1 milhão de brasileiros ainda estão na fila de espera do INSS

por Clayton Castelani - Folhapress
   

As aglomerações de desempregados que buscam auxílio emergencial nas agências da Caixa tiraram do noticiário outra crise: a da fila de pedidos de benefícios previdenciários.

Marcelo Camargo/Agência Brasil

Neste momento, cerca de 1,1 milhão de segurados do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) esperam além do prazo legal de 45 dias por uma resposta às suas solicitações de aposentadorias, pensões e auxílios-doença.

Apesar de invisível, pois não é presencial, a fila do INSS também reúne pessoas com necessidades tão urgentes quanto às de brasileiros que perderam renda após o início da quarentena de combate ao coronavírus.

Há um ano sem resposta para um requerimento de aposentadoria, a técnica em radiologia Rosângela Maria de Oliveira, 61 anos, espelha as dificuldades de quem está nessa fila.

Ela precisa do benefício para custear as despesas médicas da mãe, de 86 anos. "São gastos com plano de saúde e, sem contar os remédios, que somam mais de R$ 700 por mês", relata.

Nos últimos 12 meses, foram incontáveis telefonemas para o 135, número de informações da Previdência, além de visitas ao posto onde o pedido foi apresentado. A resposta é a mesma que já virou piada nas redes sociais entre aqueles que esperam a liberação do auxílio emergencial da Caixa: o pedido está em análise.

"Acho que depois de tanto tempo esperando, eu merecia ao menos uma resposta", reclama Rosângela.

O INSS afirma que a fila vem caindo. Desde o início deste ano, a redução foi de 200 mil requerimentos.

O órgão também inicia nesta semana a seleção de 8.230 servidores aposentados e militares da reserva para trabalhar temporariamente na Previdência.

Previdência inicia inscrição de militares

O INSS começa a receber nesta segunda-feira (4) as inscrições para a contratação temporária de 8.230 servidores civis aposentados e militares da reserva para atuar na área previdenciária, conforme edital publicado em 30 de abril no "Diário Oficial da União".

O prazo para fazer o cadastro e participar da convocação termina no domingo (10). A íntegra do edital de convocação e os anexos estão disponíveis no site: inss.gov.br/temporarios.

Conteúdo relacionado: