Bolsonaro veste camisa do LEC antes da derrota para o São Bento

por Luís Fernando Wiltemburg
Grupo Folha

   

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) vestiu a camisa do Londrina Esporte Clube neste sábado (24). O manto alviceleste era trajado quando ele concedeu entrevista em que comentou ações contra o incêndio de desmatamento na Amazônia.

Reprodução/G1

Apesar de ser associada ao deputado federal Boca Aberta (Pros-PR), que fez campanha e frequentemente divulga atuações trajando o uniforme do LEC, a camisa do time londrinense foi um presente dado ao presidente por Filipe Barros (PSL-PR), ainda no início do mandato. O parlamentar comentou o fato em suas redes sociais.

O presidente, entretanto, não deu boa sorte para o Londrina. Horas depois da entrevista de Bolsonaro, o Tubarão perder para o São Bento, em casa, por 4 a 2, até então o penúltimo colocado no Campeonato Brasileiro da Série B.

Esta não foi a primeira vez que Bolsonaro trajou o uniforme do LEC. Durante a campanha eleitoral, em 2018, ele também vestiu a camisa do time em uma visita ao gabinete do prefeito Marcelo Belinati (PP).

Reprodução/Facebook

Bolsonaro tem um histórico de "infidelidade" em relação a times de futebol. Torcedor do Palmeiras e do Botafogo-RJ, ele já trajou os uniformes de várias outras equipes, como do Operário de Ponta Grossa, do Internacional, do Goiás, Grêmio, Flamengo - na mesma ocasião em que o ministro da Justiça, Sérgio Moro, foi ao Estádio Mané Garrincha de terno e gravata, mas também teve de colocar a camisa do time - e até um agasalho do Corinthians.