Comércio e Indústria prometem entrar com mandado de segurança para derrubar decreto

por Luís Fernando Wiltemburg - Grupo Folha
   

Os setores econômicos de Londrina prometem entrar com mandado de segurança neste sábado (4) para tentar manter em funcionamento o comércio, a indústria e o setor de serviços, caso a Sesa (Secretaria Estadual de Saúde) não especifique quais critérios técnicos e científicos foram utilizados para incluir o município no decreto da quarentena.

Gustavo Carneiro/Grupo Folha

O pedido será feito por uma série de entidades da sociedade civil organizada, como Acil (Associação Comercial e Industrial de Londrina) e Sincoval (Sindicato do Comércio Varejista de Londrina), com apoio de três deputados estaduais e três deputados federais ligados à cidade.

CONTINUE LENDO NA FOLHA:

Mandado de segurança pedirá que a Justiça cancele o decreto estadual

Conteúdo relacionado: