Justiça nega pedido de entidades para garantir funcionamento do comércio em Londrina

por Mie Francine Chiba - Grupo Folha
   

O Desembargador Adalberto Jorge Xisto Pereira indeferiu o pedido liminar de suspensão dos efeitos do Decreto Estadual 4942/2020, que determinou o fechamento das atividades consideradas não essenciais em sete Regionais de Saúde do Estado, inclusive Londrina.

Luís Fernando Wiltemburg/Grupo Folha

O pedido consta em mandado de segurança impetrado pela Acil (Associação Comercial e Industrial de Londrina) para garantir o funcionamento do comércio na cidade.

CONTINUE LENDO NA FOLHA:

Associação argumenta que a realidade local não foi considerada no decreto estadual

TJ também nega recurso da Abrasel contra quarentena rigorosa

Conteúdo relacionado: