Ação do MP pede fechamento de academias e restrições a igrejas em Londrina

por Vitor Struck - Grupo Folha
   

Diante da suposta falta de fiscalização e do aumento no número de casos de Covid-19 no município, a promotora Susana de Lacerda, responsável pela 24ª Promotoria de Justiça de Londrina, ingressou com uma ação civil pública em que pede o fechamento de academias de ginástica e que igrejas e templos religiosos realizem atendimentos individuais para evitar aglomerações. O objetivo é solicitar ao Poder Judiciário uma nova "avaliação” sobre a vigência do decreto municipal que permitiu a realização de celebrações religiosas com a presença dos fiéis.

Gustavo Carneiro/Grupo Folha

CONTINUE LENDO NA FOLHA:

Na ação proposta, a promotora afirma que não há nenhuma espécie normativa a regulamentar o funcionamento das academias em Londrina

Conteúdo relacionado: