Alça de acesso à marginal da Avenida Brasília é interditada para obras

por N.Com
   

Em função de melhorias em um novo trecho da galeria pluvial, a SMOP (Secretaria Municipal de Obras e Pavimentação) informa que as alças de acesso à Avenida Brasília (via marginal da BR-369), nas proximidades do viaduto com a Avenida Winston Churchil, estarão interditadas nos próximos dias e devem permanecer assim até 18 de maio.

N.com

Os motoristas que vierem da região norte de Londrina terão que entrar à direita, logo após a ponte sob o Ribeirão Quati, pela Rua Jair Assunção, para acessarem à marginal da Avenida Brasília. Segundo o secretário de Obras e Pavimentação, João Verçosa, a interdição estava prevista para sábado de manhã (9), mas precisou ser adiantada devido ao rompimento de uma tubulação de água da Sanepar. Por isso, desde o final da tarde desta quinta-feira (7), o local está fechado para a passagem dos veículos.

Verçosa explicou que a interdição é necessária, porque naquele ponto da marginal, costumeiramente, ocorriam muitos alagamentos em dias de fortes chuvas e, em algumas situações, a pista da Avenida Brasília ficava alagada. "A via marginal está em um ponto mais baixo em relação à BR-369 e há apenas uma boca-de-lobo para escoar toda a água da chuva. Isso dificulta a drenagem do solo e, por isso, está sendo construída mais uma boca-de-lobo e um reforço da galeria pluvial, o que vai evitar o alagamento em dias de chuva forte”, elucidou o secretário.

Serão reforçados cerca de 80 metros da galeria pluvial. Essa é a última etapa de um contrato maior, que prevê a substituição da estrutura de toda a rede de captação de água pluvial danificada, desde a Avenida Brasília até o Ribeirão Quati. Para tanto, uma empresa receberá cerca de R$ 800 mil e deverá substituir a tubulação antiga por nova, assim como instalar dissipadores com a finalidade de reduzir a força da água que escoa para o Ribeirão.

Conteúdo relacionado: