Em um mês de isolamento social, GM de Londrina recebe mais de 2700 denúncias

por Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
   

Após um mês do isolamento social, iniciado em 22 de março, a GM (Guarda Municipal) de Londrina recebeu 2.705 ligações contendo denúncias de descumprimento aos decretos municipais que estabelecem regime de quarentena na cidade.

Bruno Amaral/Defesa Social

Esse número representa mais da metade do total das ligações que o órgão recebeu, que foram 4.179 chamados de 22 de março a 24 de abril.

Ao todo, a Secretaria Municipal de Defesa Social estima que apenas em relação ao decreto n. 439/2020 (que interditou as áreas públicas de lazer, como o Lago Igapó), foram realizados 172 atendimentos, que orientaram 1.472 pessoas.

Todos os atendimentos resultaram em 705 BOs e 108 termos de constatação de irregularidades e descumprimento das normas.

Na primeira semana da reabertura do comércio na cidade, de 22 a 24 de abril, 13 duplas de agentes orientaram a população que buscava os serviços comerciais na região central e na região norte.

Durante os três dias, 73 estabelecimentos foram orientados quanto à organização de filas, demarcação no chão na parte externa e medidas de profilaxia, orientando ao todo 1.034 pessoas.

Como noticiado pelo Bonde, o comércio de Londrina deverá ser fechado novamente em virtude de decisão do Tribunal de Justiça do Paraná publicada na noite desta segunda-feira (27).

Conteúdo relacionado: