Evangélicos querem reabertura de templos em Londrina

por Rafael Machado - Grupo Folha
   

Baseado em decretos da Prefeitura de Cascavel, no Oeste do Paraná, e do governo de Goiás, o Conselho de Pastores de Londrina pediu ao prefeito Marcelo Belinati (PP) a autorização para cultos e outras atividades religiosas com restrição de público. As igrejas evangélicas, assim como demais religiões, só estão podendo abrir para aconselhamentos individuais.

Reprodução/Igreja Presbiteriana Central

O pedido foi enviado na semana passada. O ofício é assinado pelo atual presidente do conselho, pastor Atílio Varotto Neto. A indicação é que as cultos aconteçam com até 30% da capacidade total da igreja, limitando 200 pessoas por celebração, com duração máxima de uma hora e preferencialmente aos domingos. Normas de higiene contra a Covid-19, como distanciamento social, uso de máscaras, luvas e álcool gel deverão ser adotadas.

No documento, o pastor ressaltou que o Paraná incluiu o setor religioso de qualquer natureza "como serviço essencial", autorizando a sua atuação por meio de assistências particulares com os fiéis.

Veja mais no site da Folha de Londrina.

Conteúdo relacionado: