GM prende dois suspeitos por porte ilegal de arma de fogo durante eleições

por N.Com
   
Bruno Amaral/Defesa Social

A Secretaria Municipal de Defesa Social, por meio da Guarda Municipal de Londrina, divulga o balanço do trabalho prestado nas eleições municipais, que ocorreram no domingo (15). Foram escalados dois guardas municipais para cada um dos 37 locais de responsabilidade da Secretaria, além de várias viaturas, que atuaram como suporte realizando rondas preventivas a fim de proibir aglomerações e garantir que não houvesse crimes eleitorais. Algumas denúncias de boca de urna foram registradas na Central da Guarda Municipal - 153, porém não houve constatação de irregularidades. O serviço de apoio na segurança foi prestado na área urbana e nos distritos rurais.

Por volta das 14 horas, em patrulhamento nas imediações da Escola Municipal Maria Shirley Barnabé Lyra, um dos pontos de votação, da zona leste, os guardas municipais visualizaram três homens suspeitos e um deles aparentava ter arma de fogo nas mãos. Após voz de abordagem, foi constatado que um rapaz estava com um simulacro de arma de fogo, e com o segundo suspeito foi localizado um revólver calibre 38 com seis munições. Diante do fato os homens foram encaminhados para unidade de plantão, sendo que um deles estava com tornozeleira eletrônica.

Em dois pontos de votação na zona sul, no Patrimônio Selva e na Escola Municipal Zumbi dos Palmares, os guardas municipais precisaram intervir preventivamente em discussões entre eleitores. De acordo com diretor operacional da Guarda Municipal, Daniel Sakama, o trabalho preventivo realizado pelos guardas garantiu a segurança da votação.

"Nós empenhamos o efetivo de guardas a fim de trabalhar com a prevenção. Mobilizamos dois agentes em cada um dos pontos de responsabilidade da GM, além das viaturas de suporte. E o trabalho preventivo de uma das equipes do suporte, nos pontos de votação, colaborou para a identificação e prisão de indivíduos armados. Nosso foco na segurança preventiva nessas eleições resultou em um dia tranquilo para que todos os cidadãos pudessem exercer seu direito”, explicou o diretor operacional.

Conteúdo relacionado: