Londrina: CMTU define mais 43 pontos para radares

por Pedro Marconi - Grupo Folha
   

Atualmente contando com 22 radares fixos, Londrina deve ganhar mais 43 pontos com fiscalização eletrônica. A CMTU (Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização) lançou licitação com valor máximo de R$ 8,6 milhões para aluguel dos equipamentos pelo período de um ano. Além dos radares, também serão adquiridas câmeras de videomonitoramento. Somando as duas tecnologias são 175 equipamentos.

Roberto Custódio

A abertura dos envelopes com as propostas das empresas interessadas está programada para 13 de março. A projeção do poder público é de que os aparelhos entrem em funcionamento, se não houver intercorrências no processo licitatório, até o final do segundo semestre deste ano. Após a assinatura do contrato a vencedora tem prazo de até 120 dias para instalação. A manutenção também ficará a cargo da contratada. O edital prevê a substituição dos atuais radares e aquisição dos novos.

Continue lendo na Folha de Londrina.

Conteúdo relacionado: