Londrina entra em quarentena 'mais severa' nesta segunda-feira

por Pedro Marconi - Grupo Folha
   

Londrina terá nesta segunda-feira (6) o primeiro dia útil de quarentena "mais severa” decretada pelo governo do Estado.

A medida vale para toda a 17ª Regional de Saúde, o que engloba mais 20 municípios da região, para controle do coronavírus.

Outras seis regionais (Cornélio Procópio, Cianorte, Toledo, Cascavel, Foz do Iguaçu e Curitiba) também deverão respeitar a determinação estadual e fechar comércios, shoppings, galerias, academias e salões, entre outros serviços.

Arquivo Bonde

Segundo o prefeito Marcelo Belinati (PP), a Sesa (Secretaria de Estado da Saúde) não respondeu o recurso administrativo protocolado na semana passada pela prefeitura, assim como não houve indicativo de mudança de postura por parte do governo.

LEIA TAMBÉM:

- Prefeitura e Sesa divergem sobre números de contágio em Londrina

"O que recebemos foi uma notificação, que não responde o que questionamos, do motivo de ter incluído Londrina (na quarentena)”, sustentou, durante live realizada nas redes sociais, na noite de domingo (5).

Belinati voltou a afirmar que Londrina tem indicadores melhores do que outros municípios que não tiveram atividades suspensas.

"Ficou muito claro, pelas colocações das autoridades estaduais, que os motivos eram falta de vagas de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e medicação para intubação. Em Londrina não falta”, garantiu. Quando fez o anúncio, o Estado apontou, entre outros fatores, a incidência da doença por 100 mil habitantes, o índice de mortalidade e a taxa de ocupação de leitos de UTI para atendimento regional.

Continue lendo na Folha de Londrina

https://www.folhadelondrina.com.br/colunistas/luiz-geraldo-mazza/sem-resposta-londrina-entra-em-quarentena-mais-severa-2998355e.html