Missas presenciais continuam suspensas até 31 de julho

por Redação Bonde
   

Apesar do restabelecimento das medidas anteriores à quarentena do Ratinho, encerrada nesta quarta-feira (15) em virtude da não-renovação do decreto estadual, as missas presenciais das igrejas católicas de Londrina continuam suspensas.

Marcos Zanutto/Arquivo Folha

Mesmo com a possibilidade de realização de cultos presenciais, com respeito às medidas sanitárias estabelecidas no decreto municipal nº 824/2020, em nota publicada na tarde desta quinta, o arcebispo dom Geremias Steinmetz, responsável pela arquidiocese de Londrina, confirmou a suspensão das atividades presenciais até o fim deste mês.

Leia a íntegra da nota a seguir:

NOTA OFICIAL

A Arquidiocese de Londrina comunica que, devido à situação da pandemia do novo coronavírus, as Missas com a presença de fiéis continuam suspensas em toda a arquidiocese, até 31 de julho. Secretarias e igrejas continuam abertas para atendimentos individuais e orações pessoais. A decisão foi discutida entre os padres, no dia 10 de julho, por videoconferência.

Continuemos confiando-nos à misericórdia de Deus e fazendo a nossa parte em vista da vida plena para todos, especialmente os mais indefesos. Prestemos atenção às medidas de higiene indicadas pelas autoridades para o atendimento seguro das pessoas. Continuemos alimentando a fé do nosso povo com os atendimentos individuais, o anúncio da Palavra de Deus, Celebrações Eucarísticas on-line, devoção a Nossa Senhora, Igreja Doméstica, Comunhão Espiritual e Caridade.

O Sagrado Coração de Jesus seja nosso guia!