Viaduto da PR-445 com a Madre Leônia passa por manutenção

por AEN-PR
   

Começaram nesta sexta-feira (24) os serviços de manutenção da junta do viaduto da PR-445 sobre a Avenida Madre Leônia Milito, em Londrina. Inicialmente, será interditada uma das faixas de rolamento e o acostamento no sentido Londrina - Cambé, das 7h às 17h. A outra faixa permanece liberada.

DER

Após conclusão dos serviços neste sentido, será interditada uma faixa de rolamento e o acostamento no sentido Cambé - Londrina, também das 7h às 17h, enquanto a outra permanece liberada.

Após as 17h, todas as faixas ficam liberadas para o trânsito. A manutenção deve durar 15 dias, com previsão de término em 08 de fevereiro, caso não chova.

Como o viaduto possui pista dupla em ambos os sentidos não será necessário fazer desvio durante os serviços.

PAVIMENTO

O objetivo é garantir que o pavimento não seja danificado pelo deslocamento da junta devido a mudanças climáticas bruscas e o excesso de chuva, como aconteceu em setembro passado. Na ocasião, surgiu uma trinca na superfície do pavimento entre o viaduto original e sua extensão, uma estrutura construída durante a duplicação da rodovia.

O DER/PR (Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná) executou os reparos necessários nos dias seguintes, e laudos tanto da empreiteira responsável quanto da UFPR (Universidade Federal do Paraná) concluíram que não há qualquer dano estrutural no viaduto.

Os serviços de manutenção serão pagos pela empreiteira que construiu a extensão do viaduto, sem qualquer custo para a administração pública.