Bill Gates diz que isolamento é um desastre, mas necessário nos EUA

por Folhapress
   

O co-fundador da Microsoft Bill Gates afirmou que as medidas de restrição de circulação de pessoas nos EUA são desastrosas para a economia, mas são necessárias para enfrentar o coronavírus e devem durar ainda de seis a dez semanas.

Divulgação

De acordo com o bilionário, não há escolha. As afirmações foram feitas durante entrevista ao programa de internet TED.

Na semana passada, uma palestra ministrada pelo bilionário há cerca de cinco anos voltou a circular na internet. No vídeo, ele fala sobre o risco de uma epidemia global e como a população não estava pronta para evitar a disseminação de um possível vírus mortal.

Nesta terça, Gates disse que os EUA perderam a chance de evitar a paralisação total das atividades porque não agiram de forma suficientemente rápida.

Afirmou ainda que quanto mais rápido as medidas de restrição forem adotadas, mais cedo o país poderá voltar ao normal.

Segundo o bilionário, os EUA precisam priorizar o aumento da capacidade de testar pessoas, principalmente as mais necessitadas, dizendo que a questão é super urgente.

Conteúdo relacionado: