Cuba envia mais uma delegação de médicos à Itália

por ANSA
   

Uma nova delegação de operadores sanitários cubanos desembarcou na manhã desta segunda-feira (13) em Turim, na Itália, para ajudar no combate à pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2).

Reprodução/Pixabay

O grupo de 38 médicos e enfermeiros da Brigada Henry Reeve chegou em um Boeing 767 da Blue Panorama Airlines, em colaboração com o governo do Piemonte, a fundação Specchio dei Tempi e a marca de cafés Lavazza.

Os profissionais atuarão em uma estrutura temporária que está para ser concluída em Turim e dedicada exclusivamente a pacientes com Covid-19, a doença provocada pelo novo coronavírus. "É um extraordinário gesto de generosidade", disse no Twitter a prefeita da capital do Piemonte, Chiara Appendino, que aplaudiu os cubanos em seu desembarque na cidade.

Uma outra delegação da Brigada Henry Reeve já está em ação em um hospital de campanha em Crema, na Lombardia, região mais atingida pela pandemia na Itália.

Até o momento, o país contabiliza 156.363 casos, segundo a Defesa Civil, sendo 59.052 na Lombardia e 16.660 no Piemonte. As duas regiões também têm, respectivamente, 10.621 e 1.729 óbitos, enquanto a nação inteira soma 19.899.

Conteúdo relacionado: