Donald Trump anuncia que banirá TikTok nos EUA

por Ansa Brasil
   
Divulgação

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou na noite desta sexta-feira (31) que proibirá a rede social TikTok em todo o país, após suspeitas de o aplicativo ser usado como ferramenta da inteligência chinesa para espionagem.

"No que diz respeito ao TikTok, vamos proibi-lo nos Estados Unidos", disse o republicano a repórteres a bordo do avião presidencial Air Force One.

O popular aplicativo de compartilhamento de vídeos pertence ao grupo chinês ByteDance e tem quase um bilhão de usuários em todo o mundo, sendo muito popular entre os jovens.

Trump não antecipou as medidas, mas disse que o TikTok é "uma fonte de preocupação para a segurança nacional" e, por isso, poderia usar "poderes econômicos de emergência" ou "uma ordem executiva" para vetar o app.

O anúncio foi feito no mesmo dia em que a agência de notícias Bloomberg revelou que Trump tinha a pretensão de obrigar a ByteDance a vender as operações da rede social nos EUA como condição para o aplicativo continuar funcionando. Além disso, a publicação informou que a Microsoft estaria envolvida nas negociações.

Segundo as autoridades americanas, os dados pessoais dos usuários são usados para espionagem da inteligência de Pequim. O governo chinês, no entanto, nega a acusação. A expectativa é de que o decreto seja assinado ainda neste sábado (1º).

Conteúdo relacionado: