Estátua de Tutancâmon é leiloada por US$6 milhões

por Ansa Brasil
   
Divulgação/Christie's

Uma representação do rosto do jovem faraó Tutancâmon foi leiloada em Londres por cerca de US$6 milhões (aproximadamente R$2,6 milhões) nesta quinta-feira (4), apesar do governo do egípcio protestar para o retorno da estátua a seu país de origem. A obra marrom de quartzito e datada de mais de 3 mil anos foi apresentada na casa de leilões Christie's. A relíquia foi arrematada por um comprador, cuja a identidade não foi revelada, pelo valor de 4.746.250 libras.

Com 28,5 cm de altura, a peça representa o deus Amon com a feição de Tutancâmon. De acordo com a casa de leilões, a escultura é uma maneira de colocar o "governante no mesmo nível que os deuses".

O leilão, no entanto, provocou polêmica com o governo do Egito, que no mês passado chegou a pedir para a casa Christie's cancelar a venda da obra e de todas as demais peças egípcias. As autoridades alegaram que é importante obter certificados de aquisição relativos aos artefatos. Além disso, dezenas de pessoas realizaram uma manifestação em frente ao local do evento carregando cartazes com frases como "A história egípcia não está à venda".

Há muito tempo, os egípcios exigem o retorno de obras de arte que foram levadas por arqueólogos a seus países de origem.