Papa pede para fiéis evitarem usar celular durante Quaresma

por Ansa Brasil
   

O papa Francisco pediu nesta quarta-feira (26) para que os fiéis se desliguem do celular e parem de insultar as pessoas nas redes sociais durante o período da Quaresma.

O pedido do líder da Igreja Católica aconteceu na audiência-geral de Quarta-Feira de Cinzas, que reuniu milhares de pessoas na Praça São Pedro, no Vaticano.

"Hoje, iniciamos o caminho quaresmal, caminho de quarenta dias em direção à Páscoa, rumo ao coração do ano litúrgico e da fé. É um caminho que segue o de Jesus, que no início de seu ministério se retirou por quarenta dias para rezar e jejuar, tentado pelo diabo, no deserto", disse Francisco.

"A Quaresma é o tempo propício para abrir espaço à Palavra de Deus. É o tempo para desligar a televisão e abrir a Bíblia. É o tempo para se desligar do telefone celular e se conectar com o Evangelho. É o tempo de renunciar a palavras inúteis, conversinhas, fofocas, mexericos e se aproximar do Senhor. É o tempo de se dedicar a uma ecologia saudável do coração, fazer uma limpeza nele. Vivemos num ambiente poluído por muita violência verbal, por muitas palavras ofensivas e nocivas, que a rede amplifica", prosseguiu o Papa.

Além disso, Jorge Mario Bergoglio afirmou que "as pessoas insultam umas às outras como quem diz 'bom dia'".

Na Quaresma, que termina somente no dia 9 de abril, é um período caracterizado pelo jejum e reflexão, bem como arrependimento. Os fiéis também são incentivados a praticar mais boas ações.

Conteúdo relacionado: