"Sejam mensageiros da vida em tempos de morte"

por Agência Brasil
   

O papa Francisco fez um apelo para que as pessoas "não cedam ao medo" e se concentrem em uma "mensagem de esperança" durante uma missa na véspera do domingo de Páscoa, em uma Basílica de São Pedro vazia, em meio à pandemia de coronavírus. Ele também pediu o fim das guerras.

Shutterstock

A cerimônia, que normalmente acontece em uma igreja lotada com dez mil pessoas, foi assistida por apenas duas dezenas, incluindo alguns assistentes de altar e um coro menor que o normal. Por causa do coronavírus, a celebração foi alterada, deixando de lado ações tradicionais, como o batismo de convertidos adultos e uma longa procissão no corredor principal da basílica.

O papa Francisco fez, durante a celebração neste sábado, uma comparação entre o trecho do Evangelho em que se relata a passagem em que o túmulo de Jesus é encontrado vazio no dia em que os cristãos acreditam que ele ressuscitou e o estado incerto do mundo hoje por causa da pandemia de coronavírus.

"Também havia medo do futuro e tudo o que precisaria ser reconstruído. Uma memória dolorosa, uma esperança abreviada. Para eles, como para nós, era a hora mais sombria", disse o papa em sua homilia.

Conteúdo relacionado: