Duas mulheres são presas na BR-376 transportando remédios abortivos

por Isabella Alonso Panho* - estagiária
   
Divulgação/PRF

Duas mulheres, de 52 e 53 anos, foram presas na tarde desta quarta-feira (23) no km 116 da BR-376, em Alto Paraná (Noroeste), transportando remédios de efeito abortivo.

Elas estariam, segundo a Polícia Rodoviária Federal, vindo de Ponta Porã (MS), onde teriam visitado parentes, em direção a Curitiba. Ambas estavam a bordo de um Jeep/Renegade branco com placas de Belo Horizonte (MG).

Boletim municipal: Londrina confirma 181 novos casos de Covid-19 e cinco óbitos

O veículo foi parado em frente ao posto policial para uma abordagem de rotina. Desconfiados do nervosismo da condutora e da passageira, os policiais vistoriaram o Renegade, mas nada foi encontrado.

Contudo, quando as mulheres desceram, os policiais notaram volumes estranhos junto ao corpo da passageira, de 53 anos. Assim, solicitaram o apoio de uma policial feminina de Paranavaí para revistar ambas.

Junto ao corpo da passageira foram encontrados 1.320 comprimidos de medicamentos que possuem efeitos colaterais abortivos. Segundo a PRF, 1.220 eram de Cytotec/Misoprostol, 70 de Clonazepam e 30 de Obexol (Fentermina), medicações de uso restrito.

As mulheres optaram por permanecer em silêncio no ato da prisão. Ambas foram autuadas pelo crime de falsificação, corrupção, adulteração ou alteração de produto destinado a fins terapêuticos ou medicinais e encaminhadas para a Polícia Federal de Maringá.

*Sob supervisão de Larissa Ayumi Sato.

Conteúdo relacionado: