Dupla suspeita de sequestro morre após confronto com a PM em Mandaguari

por Redação Bonde
   

Um homem de 30 anos suspeito de participar do sequestro de uma família de um gerente de banco de Cambira foi morto em confronto com a polícia em Mandaguari, ambas cidades da Região Metropolitana de Maringá (Noroeste), na tarde segunda-feira (2). Um outro suspeito, de 17 anos, também foi baleado e recebeu atendimento médico. Outras duas pessoas que teriam participado do sequestro foram presas.

Divulgação/PM

Conforme informações do 4° BPM (Batalhão de Polícia Militar), o grupo sequestrou o gerente de um banco de Cambira, sua esposa e seu filho durante a madrugada de segunda. A família foi levada a um hotel em Maringá, enquanto o gerente foi levado até o banco onde trabalhava por um dos suspeitos para fazer um saque. A polícia foi acionada e conseguiu prender esse suspeito na agência bancária.

Após uma denúncia de que as outras vítimas sequestradas estavam pedindo socorro em um hotel nas margens da avenida Colombo, em Maringá, equipes policiais foram até o local e tentaram abordar um dos suspeitos, que abandonou a esposa e o filho do gerente e fugiu pulando os muros do estabelecimento, segundo a PM.

Os policiais receberam informações de que os suspeitos teriam fugido para uma residência em Mandaguari e foram até a cidade da Região Metropolitana de Maringá.

Durante a abordagem nesta casa, um homem e uma mulher se renderam, mas outros três suspeitos fugiram a pé. Os fugitivos foram encontrados armados e entraram em confronto com a polícia, ainda de acordo com a PM. Um suspeito de 30 anos morreu no local e outro de 17 anos também foi alvejado. O adolescente recebeu atendimento médico, mas morreu no HU (Hospital Universitário) de Maringá na madrugada desta terça (3). Os policiais encontraram uma pistola 9 mm (milímetros) e um revólver calibre .38 foram encontrados com a dupla baleada.

Divulgação/PM

As outras duas pessoas presas foram encaminhadas à Delegacia de Apucarana (Centro-Norte), responsável pela investigação do sequestro. Um dos veículos roubados das vítimas roubado pelo grupo, uma caminhonete GM S10, foi encontrada na Zona 7, em Maringá. Um simulacro de fuzil foi encontrado no carro.

A PM também apreendeu um celular e uma quantidade em dinheiro com o grupo.

*Atualizado às 9h27.