Fugitivo da Cadeia de Rolândia morre em confronto com a PM neste domingo

por Isabella Alonso Panho* - estagiária
   
Marcos Zanutto/Arquivo Folha

Um dos homens que fugiu da cadeia pública de Rolândia (região metropolitana de Londrina) na madrugada de domingo (22) morreu em confronto com a Polícia Militar nesse mesmo dia.

Segundo informações do órgão, agentes faziam o patrulhamento da região em busca dos fugitivos, quando obtiveram a informação de que um deles, Alexsandro Reis, 27, estaria na rodoviária da cidade, embarcando para Florestópolis (norte pioneiro), sua cidade natal.

Ao perceber que seria abordado, Reis teria descido do ônibus antes de chegar na rodoviária, fugindo a pé em direção a um terreno nas proximidades.

Leia no Bonde: Sine divulga lista com vagas de emprego em Londrina

Equipes da Rotam (Rondas Ostensivas Tático Móvel) de Porecatu e de Florestópolis cercaram o fugitivo, que teria, segundo a PM, atirado contra os agentes quando foi alcançado. Os policiais reagiram e atiraram contra Reis, que chegou a ser levado para o Hospital Municipal Santa Branca, em Florestópolis.

Contudo, ele não resistiu aos ferimentos e morreu no domingo. Seu corpo foi levado ao IML (Instituto Médico-legal) de Londrina.

Junto a ele, a PM afirmou ter apreendido uma pistola 9mm Cherokee, que foi encaminhada para a Polícia Civil de Porecatu.

Reis respondia a quatro processos que tramitam perante a Vara Criminal de Rolândia, onde estava detido. Contudo, todos tramitam em segredo de justiça.

*Sob supervisão de Larissa Ayumi Sato.

Conteúdo relacionado: