Homem diz que incendiou casa para chamar atenção de esposa

por Rafael Machado e Larissa Sato Ayumi - Grupo Folha
   
Divulgação

O Bonde teve acesso ao interrogatório do auxiliar de manipulação de resíduos Pedro Afonso Oliveira Ferreira, 21 anos, que confessou ter ateado fogo na própria casa na manhã deste domingo (30) , na rua Saltinho, Vila Esperança, em Ibiporã. O jovem contou ao delegado Roberto Fernandes de Lima, que estava de plantão, que não concordou com a decisão da esposa em almoçar com as filhas do casal na casa de uma prima. Ele foi preso pela Polícia Militar e autuado por incêndio culposo.

Leia Mais

Homem é preso por incendiar a própria casa em Ibiporã

"Eu coloquei fogo na toalha para chamar a atenção dela. As chamas começaram a subir e saí na rua falando o que estava acontecendo. Quando vi, tudo já estava queimado. Não teve como apagar", diz um trecho da oitiva. Em outra parte, Pedro disse que saiu de casa às 8h de sábado (29), comprou cocaína em Londrina e ficou a noite inteira "cheirando". Somente voltou para casa às 10h de domingo, ou seja, mais de 24 horas depois.

O rapaz quase foi linchado por moradores do bairro, mas acabou sendo "resgatado" pela PM. Ele havia sido preso por tráfico de drogas e continua na cadeia de Ibiporã. O Corpo de Bombeiros trabalhou por 40 minutos para controlar o incêndio e mais meia hora no rescaldo. A mulher e as crianças estão na casa de uma amiga e ficaram apenas com a roupa do corpo.