Indígena morre após levar tiro de espingarda da companheira

por Isabella Alonso Panho* - estagiária
   

Um homem de 34 anos, identificado com Juliano dos Santos, morreu após levar um tiro de espingarda de sua companheira no domingo (1) em uma reserva indígena em São Jerônimo da Serra (Norte Pioneiro).

Marcos Zanutto/Arquivo Folha

Segundo informações da Polícia Militar, a mulher teria se entregado à liderança da aldeia, que deliberou por encaminhá-la à delegacia, onde ela teria confessado a autoria do delito, apresentando a arma utilizada.

Santos chegou a ser socorrido e encaminhado para o hospital de Cornélio Procópio (Norte Pioneiro). Ele teria levado um tiro na região da perna e perdido muito sangue. Sua morte foi registrada às 14h15 do domingo (1) e o corpo foi levado ao IML (Instituto Médico-Legal) de Londrina, que confeccionará o laudo com mais detalhes sobre a causa da morte.

*Sob supervisão de Larissa Ayumi Sato.

Conteúdo relacionado: