Menina de sete anos é baleada pelo irmão de nove e não resiste, afirma Polícia

por Vitor Struck - Grupo Folha
   

A trágica morte de uma menina de sete anos em uma propriedade rural na tarde deste sábado (23) chocou os moradores de Mariluz (noroeste do Paraná), na região metropolitana de Umuarama, a 275 quilômetros de Londrina. De acordo com a polícia civil, o irmão da vítima, de nove anos, é o principal suspeito de ter efetuado cinco disparos contra a menina, na coluna, braços e cabeça, enquanto brincavam também com outras crianças em uma chácara que fica a cerca de 20 quilômetros do centro da cidade. A criança chegou a ser levada a um hospital, mas não resistiu aos ferimentos.

PM/Divulgação

A arma, uma espingarda artesanal, pertenceria ao avô das duas crianças, que pode responder por omissão da guarda e posse ilegal de arma de fogo. Por enquanto, ninguém foi preso e a identidade de todos os envolvidos foi preservada. Porém, a Polícia Civil deve retomar as diligências nesta segunda-feira.

A reportagem apurou que o enterro está sendo realizado na tarde deste domingo, em Mariluz, município de pouco mais de 12 mil habitantes. Entretanto não foi possível apurar mais detalhes sobre o caso.

Conteúdo relacionado: