Associação de magistrados reage a críticas de Boca Aberta contra juiz eleitoral

por Guilherme Marconi - Grupo Folha
   
Pixabay

O presidente da Amapar, Geraldo Dutra de Andrade Neto, divulgou nota de esclarecimento em repúdio às declarações feitas pelo deputado federal Boca Aberta (Pros), nas redes sociais, após o juiz Mauricio Boer assinar sentença pela impugnação da candidatura dele a prefeito de Londrina.

Nas declarações, Boca Aberta insinua que o juiz teria vendido sentenças e confunde Mauricio Boear com outro juiz que chegou a ser afastado do cargo.

Em nota a AMAPAR, entidade que congrega os magistrados em exercício e aposentados do Estado do Paraná, informa que busca esclarecer a verdade sobre o caso. "O Dr. Mauricio Boer atua na Comarca de Londrina desde 2011 e nos seus mais de 21 anos de magistratura nunca foi afastado da jurisdição ou sequer investigado por prática de qualquer tipo de infração disciplinar, tampouco jamais foi acusado de qualquer ato de corrupção."

Em outro trecho Andrade Nete escreve que é lamentável a propagação de mensagens com ataques pessoais contra os juízes apenas em razão das decisões e sentenças por eles proferidas. "A situação se torna ainda mais grave, quando esses ataques são feitos mediante divulgação, com má-fé, de informações evidentemente falsas e que atentam contra a honra do magistrado e da magistratura paranaense como um todo."

Leia a notícia completa na Folha de Londrina