Condenado por corrupção, ex-deputado Nelson Meurer contrai Covid-19 e morre

por Redação Bonde
   

O ex-deputado federal do Paraná Nelson Meurer (PP) morreu na manhã deste domingo (12), aos 77 anos, em Francisco Beltrão (sudoeste). Primeiro político condenado pelo STF (Supremo Tribunal Federal) no âmbito da Lava Jato, o pepista teria contraído o vírus na prisão onde cumpria a pena. Ele estava internado desde a terça-feira (7) em um hospital particular da cidade, segundo informações do site Congresso em Foco, do UOL.

Viola Junior/Câmara de Deputados

Meurer cumpria pena em regime fechado desde outubro de 2019 para cumprir uma pena de 13 anos e 9 meses na Penitenciária de Francisco Beltrão. Ele foi condenado por ter recebido R$ 29,7 milhões, em repasses mensais do doleiro Alberto Youssef.

Ainda de acordo com o UOL, ele era hipertenso e tinha diabetes. Diante da pandemia do novo coronavírus, a defesa tentou que o ex-deputado passasse a cumprir a pena em regime domiciliar, o que foi negado pelo ministro Edson Fachin.

Companheiro de partido de Meurer, Ricardo Barros lamentou a morte e criticou a postura do STF.

A Prefeitura de Francisco Beltrão emitiu nota de pesar no site de relacionamentos Facebook.