Filipe Barros oficializa candidatura à Prefeitura de Londrina

por Rafael Machado - Grupo Folha
   
Divulgação

O deputado federal Filipe Barros lançou-se oficialmente na manhã desta quarta-feira (16) como candidato do PSL (Partido Social Liberal) à Prefeitura de Londrina. A convenção aconteceu na avenida Higienópolis, centro da cidade, e também oficializou o lançamento de 29 candidatos para a Câmara Municipal do próprio partido. Os registros na Justiça Eleitoral devem ser feitos até 26 de setembro.

A chapa de Barros foi confirmada no último dia dado pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) para as reuniões partidárias. Em entrevista à FOLHA, ele comentou que está conversando com representantes de outras legendas. "Estamos discutindo com várias pessoas para, quem sabe, trazer mais apoiadores", disse. O vice permanece um mistério. "Pode ser alguém ou não do próprio PSL, por exemplo", cogitou.

O agora candidato informou que vai priorizar a criação de empregos e a segurança pública. "São as duas principais bandeiras. Acho que a cidade foi afetada com o desemprego antes mesmo da pandemia do coronavírus, que só piorou a situação. E acredito que temos também em nosso município uma falsa sensação de que tudo está bem. Os crimes só estão aumentando", ponderou.

Apesar do tema ser atribuição em boa parte do governo estadual, Barros defendeu uma presença maior do prefeito. "O Executivo tem representatividade com a Guarda Municipal. Se eleito, vou aumentar o efetivo e acabar com essa história de pontos fixos. O agente não pode ser porteiro de prédio público, mas tem que ficar na rua atrás de bandido", explicou.

Defensor fiel de Jair Bolsonaro, a quem se dirige como sendo seu "soldado", Filipe Barros esclareceu que colocou seu nome à disposição porque não se sente representado por nenhum dos candidatos à prefeitura.

Leia mais na Folha de Londrina.

Conteúdo relacionado: