7 dicas para cuidar de um carro que fica parado por muito tempo

por Folhapress
   

Deixar o carro parado durante um certo período, às vezes, pode ser necessário, principalmente em tempos de quarentena. Mas os motoristas precisam ficar atentos a cuidados importantes para evitar qualquer defeito no futuro por conta da falta de uso.

Divulgação

A gerente da Porto Seguro no Paraná, Luciana Gomes, dá algumas dicas de como preparar o carro durante e após esse período de paralisação do veículo.

1. Antes de guardar, lavar o carro

É fundamental fazer uma limpeza completa, por fora e por dentro, para evitar que restos de comida no interior do veículo atraiam animais. Secar o carro, principalmente por dentro, também é outra etapa importante para evitar mofo, assim como retirar os carpetes e guardá-los em um lugar seco e arejado.

Independentemente do local escolhido pelo motorista para deixar o carro parado, é importante usar uma boa capa automotiva de algodão macio, do tamanho certo, e evitar plástico, que pode arranhar a lataria e danificar a pintura.

2. Retire os limpadores do para-brisa

Um erro bastante comum é esquecer os limpadores do para-brisa. Quando a borracha fica parada por muito tempo, ela começa a derreter e a grudar. Por isso, é recomendável retirar os limpadores e guardá-los ou apenas deixá-los afastados do vidro, se o carro estiver localizado em um lugar seguro.

3. Cuidado com a bateria

É importante desligar os dois polos da bateria, principalmente porque sistemas como alarmes e rastreadores consomem a bateria mesmo quando o carro está desligado. "Caso o motorista não consiga desligá-la, ele pode dar a partida no carro durante cerca de 30 minutos, que são suficientes para o motor atingir a temperatura de funcionamento e de lubrificação. Antes de fazer isso, é essencial verificar se a garagem é fechada. Caso seja, é preciso colocar pelo menos a traseira do carro para fora, evitando assim a intoxicação pelo monóxido de carbono”, afirma Gomes.

4. Não ligar o ar-condicionado na partida do carro

É fundamental não ligar o ar-condicionado na partida do carro, especialmente nos primeiros minutos, porque isso faz com que a temperatura do motor demore mais tempo para ser atingida, além de sobrecarregar a bateria na hora de dar a partida. O ar-condicionado deve ser ligado apenas quando o motor atingir a temperatura de trabalho, possibilitando a lubrificação do compressor, embreagem do compressor, mangueiras e tubulações.

5. Verificação dos pneus

Mesmo sem rodar, o peso do carro vai pressionando os pneus e eles vão esvaziando lentamente. Por isso, aproveite esse momento para calibrar os pneus, sempre com a pressão máxima indicada no manual do carro, nunca acima, caso contrário, o pneu pode ser danificado. Se o limite for ultrapassado, o peso pode começar a achatar os pneus até deformá-los.

6. Atenção ao óleo lubrificante e ao combustível

Quando o óleo fica parado por muito tempo em um carro, mesmo com o motor desligado, ele começa a oxidar e perde suas propriedades de lubrificação. Por isso, antes de deixar o veículo parado por um tempo, é preciso trocar o óleo do motor, o filtro e o fluido de freio. Verificar se a tampa do reservatório está bem fechada também é importante para evitar a entrada de umidade.

Em relação ao combustível, as preocupações são menores, uma vez que as opções disponíveis atualmente no mercado suportam de dois a três meses no tanque sem prejudicar o sistema de injeção ou ignição quando o motorista dá a partida.

7. Colocando o carro na rua

Após seguir essas dicas, quando chegar a hora de rodar novamente com o carro, basta lavar o veículo mais uma vez, calibrar os pneus, abastecê-lo com combustível novo e verificar o nível de óleo e outros fluidos.

Conteúdo relacionado: