Com lançamento atrasado por pandemia, Fiat Strada é mostrada com detalhes

por Folhapress
   

A pandemia do novo coronavírus atrasou os planos da Fiat. O lançamento da nova geração da Strada, que estava programado para esta semana, deve ocorrer em algum momento entre junho e agosto. Mas a montadora italiana já apresentou aquela que é a novidade mais aguardada do ano.

Divulgação / Fiat

Estão confirmadas versões com cabine simples ou dupla, que podem ser equipadas com o motor 1.4 (88 cv) ou 1.3 (109 cv). Todas equipadas com câmbio manual. Uma versão automática está nos planos ainda.

Vista de frente, a Strada 2021 lembra os modelos Argo e Cronos. Na traseira, a referência é a Toro, sua irmã maior.

Divulgação / Fiat

A nova opção cabine dupla tem quatro portas e interior mais folgado que a da antecessora, pioneira entre as picapes compactas com banco traseiro de fábrica.

Antes, o espaço disponível no assento de trás da Strada era indicado apenas para carregar bagagens ou crianças em deslocamentos curtos. O modelo atual corrige essa falha ao oferecer comodidade similar à do hatch Argo.

Há também versões com cabine simples e caçamba volumosa (1.354 litros), que deverão ser as campeãs de emplacamento devido à comercialização por venda direta. Essa opção pode levar 720 kg distribuídos entre carga e ocupantes.

Divulgação / Fiat

A grande novidade é a Strada Volcano. A opção mais equipada da nova picape compacta tem faróis com LEDs, airbags laterais e central multimídia com tela de sete polegadas, itens inéditos para a picape.

A Strada 2021 tem 4,48 metros na opção com cabine dupla. São 21 cm a menos que a rival Renault Duster Oroch, cujo preço parte de R$ 68.140. A Fiat ainda não divulgou os valores da sua nova picape.

Conteúdo relacionado: