Conheça alguns dos indícios de desgaste de cubos de rodas

por Folhapress
   

Parte dos itens de segurança do veículo e responsável não só por dar suporte ao disco de freio e roda, mas transmitir o torque das juntas homocinéticas para as rodas, os cubos, montados em eixos dianteiros ou traseiros, apesar de resistentes, merecem atenção na hora da manutenção.

Divulgação

"É recomendável fazer inspeções periódicas para analisar as condições dos cubos de rodas já que a queda de uma roda em alta velocidade pode ocasionar graves acidentes, bem como se um rolamento causar o travamento da roda”, alerta Jair Silva, gerente de qualidade e serviços da Nakata.

Segundo Silva, os motoristas devem ficar atentos a quaisquer sinais de desgaste, como folgas, volante vibrando e ruídos em altas velocidades. "Caso as esferas ou roletes de aço no interior dos rolamentos se danifiquem podem gerar barulho”, explica.

Para evitar comprometimento dos cubos de rodas ou que elas se desgastem prematuramente, o gerente sugere que os motoristas evitem excesso de peso no veículo, circular em regiões alagadas ou esburacadas, pancadas no meio feio, bem como apertar demasiadamente os parafusos das rodas.

A recomendação é fazer inspeção preventiva dos cubos de rodas a cada 20 mil km rodados, ou se apresentar alguns dos sintomas descritos acima

Caso seja necessário trocar os cubos de rodas, Silva lembra que é fundamental adquirir peças de qualidade de marcas tradicionais do mercado, especialmente, por serem componentes de segurança do veículo.

Conteúdo relacionado: