Fiat Strada inova com quatro portas e fica mais segura

por Folhapress
   

Líder absoluta entre as picapes compactas, a Fiat Strada precisava mesmo de um banho de loja. Lançada nos anos 1990, a atual geração mantinha sua clientela pela robustez, mas deixava a desejar no conforto, na segurança e no espaço, além do visual já cansado de tantas reestilizações.

Divulgação / Fiat

A segunda geração, que chegou neste mês às lojas com a flexibilização do fechamento do comércio para conter pandemia do novo coronavírus, resolve boa parte desses problemas. Para o público que quer uma cabine dupla, por exemplo, o fato de ter quatro portas já facilita bastante o acesso ao banco traseiro.

A segurança é agraciada com a existência de quatro airbags de série para as picapes cabine dupla. Os controles de tração e estabilidade, que não existiam na versão antiga, passam a constar na lista de equipamentos padrão, assim como o assistente de partida em rampa. Vale também para a cabine simples.

Divulgação / Fiat

No espaço, os ocupantes vão perceber alguma melhoria devido ao uso de uma plataforma mais moderna, mas, ao contrário do que o visual de mini Toro possa fazer parecer, ela continua compacta. Sua base mescla elementos do Mobi e do Argo, com nova suspensão e novo eixo traseiro.

As boas novas são que a cabine dupla agora leva cinco passageiros e a capacidade de carga cresceu para 720 kg na simples.

Não haverá mais a cabine estendida. A Fiat chama a versão menor de "cabine Plus", que significa uma área para pequenas bagagens atrás dos bancos dianteiros.

Divulgação / Fiat

O interior é exclusivo para a picape, embora o painel lembre o do Mobi. Outras peças, como os botões da ventilação e os instrumentos, vieram do Uno. Novidade mesmo é a central multimídia opcional com tela de sete polegadas e conexão para os sistemas Android Auto e Apple Carplay sem fio. É uma tecnologia que nem mesmo carros de luxo têm no Brasil. O Volkswagen Nivus também oferece o sistema, mas só para quem tem celulares da Apple.

Na motorização, é importante não confundir -as versões mais baratas têm um motor maior. É o velho Fire 1.4 de até 88 cv que existe na Strada antiga -que continua à venda com ele na versão Hard Working, por R$ 61.590.

As opções mais caras trazem o Firefly 1.3 de até 109 cv de potência. É um propulsor mais moderno que estreou no Uno e é vendido no Argo e no Cronos. Todas as versões contam com câmbio manual de cinco marchas, sem previsão ainda para uma transmissão automática.

Preços e equipamentos

Endurance cab. simples 1.4 - R$ 63.590

Ar-condicionado, direção hidráulica, controles de tração e estabilidade, auxiliar em partida em rampa, rodas de aço de 15"

Endurance cab. dupla 1.4 - R$ 74.990

Ar-condicionado, direção hidráulica, quatro airbags, controles de tração e estabilidade, auxiliar em partida em rampa, rodas de aço de 15"

Freedom cab. simples 1.3 - R$ 69.490

Adiciona direção elétrica, rádio com porta USB, vidros e travas elétricos, capota marítima

Freedom cab. dupla 1.3 - R$ 77.990

Adiciona quatro airbags

Volcano cab. dupla 1.3 - R$ R$ 79.990

Adiciona central multimídia, câmera de ré, faróis de LED, bancos de couro e pneus de uso misto

Conteúdo relacionado: